Home

2212.00082

A Alma, a Ética e a Sociedade

A origem do homem é explicada no Fedro com o mito do carro alado. A alma é simbolizada por um carro alado puxado por dois cavalos, um branco e outro negro (os apetites) e guiado por uma amiga (a razão). Chega a um momento em que o carro se despenha e a alma cai no mundo sensível, encarcerada num corpo. A alma é, assim, composta por três partes: a razão ou alma inteligível, a alma irascível e o apetite da alma concupiscente que são colocadas, respectivamente, na cabeça, no coração e no estômago. A alma irascível e a concupiscente estão tão intimamente ligadas ao corpo que são contagiadas por todas as suas características. A alma inteligível, pelo contrário, pode elevar-se, por via do conhecimento, a uma vida superior ou teorética. A alma inteligível, própria para a contemplação das ideias, não nasce nem morre. Está acidentalmente unida ao corpo de que precisava e a que substiste após o seu desaparecimento.

O supremo bem do homem é a contemplação das ideias e é nelas que reside o valor objectivo de lei moral. Daí o rosto socrático de identificação do conhecimento com a virtude, concepção intelectualista que faz desta um saber. Daí também a doutrina pitagórica da ascese purificadora, necessária, também segundo Platão, para predispor a alma para a contemplação das ideias.

Cada parte da alma corresponde a uma virtude: a prudência é a virtude da alma inteligível que comanda racionalmente os nossos actos; a fortaleza é a virtude da alma irascível e tem por objectivo a vontade de vencer as dificuldades; a temperança é a virtude da alma concupiscente e, por ela, o homem modera os seus apetites. A justiça consiste na harmonia das outras três virtudes.

Em conformidade com a sua antropologia e ética, Platão define a sua teoria acerca de sociedade e dos regimes políticos. Tal como a alma, e em estrita correspondência com esta divisão, também a sociedade se compõe de três classes: o povo, os guardiões e os filósofos. Cada classe tem a característica de alma que nela é demente e, por isso, a virtude do povo é a temperança, a dos guardiões é a fortaleza, e a dos filósofos é a prudência. O povo é a classe produtora e sustenta economicamente as duas classes superiores. A classe dos guardiões tem como função a defesa da cidade e a dos filósofos a de governar e educar todos os indivíduos.

O antigo Estado, segundo Platão, é o aristocrático, no qual o governo pertence aos melhores, aos filósofos. Todos os estados existentes são degenerações deste estado perfeito: a timocracia, governo dos ambiciosos, fundado na honra; a oligcracia, o governo fundado na riqueza; e a democracia, o estado dos desejos descomedidos em que cada um faz o que quer; e, finalmente, a forma mais baixa de todos os estados, a tirania que nasce dos exumos da democracia. As causas da degenerescência encontra-se na deprimente escolha dos governantes, a qual deveria assentar num criterioso processo de selecção que tem por bom o processo educativo que dure cerca de 40 anos e que pretende averiguar as qualidades da alma de cada homem.

O que nos conduz ao último ponto, talvez o mais importante pelo facto de atravessar horizontalmente todo o pensamento platónico: a pedagogia. Toda a filosofia platónica está marcada pela questão pedagógica, a formação do homem sábio, do cidadão, do governante e dos meios necessários para esse fomento. A dialéctica, a reminiscência, a antropologia, a ética, a prova da sociedade e do Estado reenviam todas elas, bem como os mitos e alegorias que abundam na obra platónica, para a questão, tipicamente grega, de educação do homem e dos valores que devem reger a sua acção.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s