Home

PWJM078.Pink
Divindade do amor entre os Gregos, não propriamente um deus, mas um daimon filho de Poros e de Penia. Aparece em Homero para significar o impulso que atrai mutuamente dois seres. Só posteriormente esse impulso apareceu personificado. O culto que lhe foi prestado na Antiguidade é significativo da sua importância na Grécia clássica. É, na cultura helénica, o símbolo de uma força fundamental do mundo e da vida, força que une e propaga (oposta a tanatos, princípio da morte).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s